Coleção Monográficas

Coleção DasPretas 2020 – lançamentos em breve
10 de maio de 2020
Leitura solidária contra a covid-19
20 de junho de 2020

 

A COLEÇÃO MONOGRÁFICAS tem como princípio o estímulo intelectual através do reconhecimento do mérito acadêmico e científico das monografias que, a partir da incorporação e ampliação de novos temas, permitem a atualização dos conhecimentos produzidos e contribuem para a popularização das pesquisas no/sobre o Brasil. Neste primeiro momento, serão publicadas onze monografias produzidas na área das Ciências Sociais. A coleção foi idealizada e é coordenada pela Socióloga Fernanda Santiago através da Editora Segundo Selo.

Livro – 01

TÍTULO: Vozes plurais: subjetividades, espaço escolar e práticas culturais

AUTORA: Adriana Carvalho da Silva

“Vozes plurais: subjetividades, espaço escolar e práticas culturais é um texto etnográfico que aborda práticas de ensino, orientações políticas pedagógicas e os processos de subjetividade e sociabilidade escolar dos educandos em uma instituição no Recôncavo da Bahia. A obra demonstra que os aspectos socioculturais da escola é um campo fértil para os estudos antropológico.” (Adriana Silva)

 

 

Livro – 02

TÍTULO: Festa da Virgen Del Carmen de Paucartambo (PERU): um estudo de inspiração etnográfica.

AUTOR: Danilo de Santana Cardôso

“Movidos para os países andinos, Bolívia e Peru, através da sensibilidade do olhar do escritor,  somos convidados a vivenciar o processo de imersão nesses espaços sociais e a conhecer  a mais afamada festa andina dedicada a Virgen del Carmen, que é  um verdadeiro espetáculo do povo paucartambino para representar partes essenciais de sua história.  As máscaras,  as danças, a comida, os grupos musicais e outros variados fenômenos  nos contam, dentre outros variados aspectos, sobre a colonização, por meio de várias vozes e sentidos, desde os encenados e implícitos, nos fazendo enxergar outros ângulos, aqueles que não cabem em termos simples ou apenas em uma ideia.  Através dessa experiência de enlevo e de penetração que esse livro vai se abrindo em miríades de impressões nos aproximando de forma íntima  e nos colocando diretamente nessa viagem  fértil,  calorosa e peculiar.” (Danilo Cardôso)

livro – 03

TÍTULO: Mestres do Barro: patrimônio, turismo cultural e o kitsch no Alto do Moura.

AUTOR: Darllan Neves da Rocha

“Assim como de um pedaço de barro se constrói um vaqueiro, um “pãozeiro” ou um boi-bumbá, este livro busca moldar e conectar as estratégias encontradas por mestres, artistas e aprendizes do barro para aperfeiçoar o seu ofício, tanto para dentro, no seu sistema sociotécnico comunitário, como para fora, desdobrando-se em sua relação com os consumidores das peças de barro, a imprensa, os organismos públicos e os processos de políticas institucionais para reconhecimento patrimonial e cultural, numa complexa rede de interações e práticas. Esta obra conecta a realidade local do Alto do Moura com discussões mais amplas nos campos da Antropologia e do Patrimônio Cultural, como a distinção entre arte e artesanato, a categoria de “mestre” do saber fazer artesanal e a relação de comunidades tradicionais com o turismo cultural.” (Carla Gisele Moraes)

 

 

livro – 04

TÍTULO: Mulheres vunerabilizadas: percepções de violência em contexto de rua, num território de Salvador/BA

AUTOR: Edicarla Rocha 

“É uma pesquisa que revela uma compreensão bastante complexa das mulheres em situação de rua, usuárias de drogas,

do que vem a ser o fenômeno da violência a partir das suas percepções. Embora nem

sempre apareçam declaradamente nas suas narrativas as nuances das especificidades de ser uma mulher, negra, em situação de rua, estas se apresentam no conjunto. Todas as faltas e não acessos, por muitas vezes intransponíveis (o desafio é grande demais para uma sociedade assentada sobre bases racialmente escravocratas), e toda invisibilidade imposta, as tornam não mulheres por não estarem adequadas aos perfis institucionais, mesmo daqueles serviços formulados para acolher mulheres…”

Tricia Viviane Calmon

 

 

 

livro – 05

TÍTULO: Entre a Terra e o Rio: visibilização do trabalho feminino no Campo.

AUTOR: Greice Bezerra Viana

O livro de Greice Bezerra tem trilha sonora que salta das páginas à medida que se segue lendo há vilarejo ali onde areja um vento bom…. Pau D’arco em muito se assemelha a tantas outras comunidades rurais (familismo, terra/patrimônio, produção familiar, pluriatividade etc.), mas ao deslindar as relações de gênero e sua configuração espacial no território, de terra e de água, a autora pouco a pouco revela o processo de conquistas das mulheres no trabalho e no plano simbólico…”

Compositores da canção “Vilarejo”: Antônio Carlos Santos de Freitas / Marisa de Azevedo Monte / Pedro Cidade Gomes / Arnaldo Augusto Nora Antunes Filho

Ubiraneila Capinan

 

 

 

Próximos autores a serem lançados:

CAUÊ SALEH LELLES FREITAS
EDICARLA MACEDO DA ROCHA
FERNANDA SANTOS SANTIAGO
GREICE BEZERRA VIANA
PAULO FRANCISCO DE SOUZA
PAULO MARCOS DE ASSIS BARROS
SÔNIA MARIA SANTOS SOARES
UBIRANEILA CAPINAN BARBOSA

 

 

 

Compartilhe com Seus amigos