Coleção Yorubantu

YORUBANTU é uma coleção-devir da editora Segundo Selo que traz ao público os trabalhos oriundos de projetos de pesquisa, inovação, ensino e extensão, todos interconectados, gravitando em torno do grupo de pesquisa Yorubantu: epistemologias yorùbá e bantu nos estudos literários, linguísticos e culturais, sob minha coordenação no Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (Brasil). Apesar de a área de Letras ser nosso ponto de partida nessa proposta editorial, interessa-nos o diálogo com as epistemologias africanas e negras, sobretudo as yorùbá e bantu, no Brasil, em África e na diáspora, onde elas se manifestarem, portanto não respeitaremos nessa coleção nem limites territoriais, nem linguísticos, nem disciplinares, até porque a aprendizagem das epistemologias em foco mostra o quão frágeis são essas fronteiras e o quanto as barreiras de áreas acadêmicas ou nacionais despotencializam exatamente o corpo-saber negro e africano que se tece transtópico, pós-disciplinar, multimodal, poliglóssico, multissemiótico e se aquilombando- se contra uma colonialidade do poder que historicamente tentou controlar de forma panóptica os conhecimentos disruptivos erigidos em diferença e que estão ainda por serem considerados na história das ideias brasileira. Num exercício exuístico de tornarmo-nos o que somos na encruzilhada epistêmica, seguimos caminho sobre caminho, “lançando uma pedra hoje, ou seja, lançando esta coleção Yorubantu, para tentar acertar o alvo ontem”, assumindo o desejo de tentar compreender um pouco mais os tempos, os espaços e as gnoses nos constituem, mas e ainda estão por ser cartografados, topografados e considerados nas viradas epistemológicas necessárias para que estes saberes africanos e negro-brasileiros nos (trans)(re)formem estabelecendo, de fato, campos de conhecimento mais plurais. Obrigado a todxs xs interlocutorxs desse projeto que juntxs com os membros do grupo de pesquisa Yorubantu tentam auto inquirir-se cotidianamente e ao mesmo tempo responder nas suas práticas sociais e acadêmicas à pergunta nodal grafitada na arqueo-genealogia da História subterrânea do Brasil: a que(m) serve o teu saber? .

Prof. Dr. Henrique Freitas – Coordenador da Coleção Yorubantu

Faça o dawnload dos dois primeiros capítulos grátis e aproveite para adquirir o livro na pré-venda

Compartilhe com Seus amigos