Alguma Poesia Alguma – Geraldo Figueiredo
26 de setembro de 2019
Revista Organismo n°0 – entrevistas. org. Jorge de Souza Araújo
8 de novembro de 2019

Palavra de Osso/ Osso da Palavra

– de Carlos Arouca

R$30,00

Fora de estoque

Categoria:
Compartilhe com Seus amigos
Descrição

Autor: Carlos Arouca

Poesia é coisa de que se fala há tantos séculos quanto concebemos a existência de uma forma de humanidade que se pensa principalmente por meio da palavra escrita.

A matriz cultural de linhagem greco-romana que se europeizou apagando as relações com a África Setentrional fez uso dessa mesma palavra, multiplicada em diversas línguas nacionais hegemônicas, para desumanizar uma série de outros povos e usar seus corpos como mão de obra barata na construção do império da cabeça-ocidente.

Quando uma pessoa negra, nascida em um país como o Brasil – herdeiro de uma longeva e persistente história de servidão racial e colonial –, decide escrever poesia, há que se considerar o gesto como forma de insurgência e política de si – um jeito do corpo levantar a cabeça em outra direção.
A poesia produzida de modo não ornamental, neste contexto, torna-se na lavra de Carlos Arouca um modo de intensificar sua presença estética e ética no cotidiano do trabalho exaustivo que poderia, do contrário, sequestrar ao seu corpo uma certa vitalidade altiva.

Seus poemas circulam entre formas possíveis de potencializar a diversidade de dimensões em que um ser humano pode travar seu diálogo com a vida – a sexualidade de seu corpo; a constituição psíquica de seus pensamentos; o enlace tenso de seus afetos.
Escuto o osso da gramaticalidade da língua colonial estalar e ser instilado de um veneno-remédio ali mesmo onde sua medula se irradia e consegue produzir choques em lugares inesperados do corpo-nação.

Assim, a palavra de Arouca passa a ser osso de produção sanguínea, a eletrizar inusitadamente aquilo que a cabeça-ocidente quer fim de linha e quase morto – “a vida ainda vai continuar a ser força”.

Denise Carrascosa
Professora de Literatura do Instituto de Letras da Ufba

Compartilhe com Seus amigos
Informação adicional
Peso 1 g